Melhores Fontes do Canva

Já enfrentou desafios na seleção da fonte perfeita para o seu projeto? 

Agora você pode dominar o uso das melhores fontes do Canva como um profissional.

Com uma variedade tão grande, é fácil se sentir perdido.

Isso é completamente compreensível.

A notícia animadora é que eu selecionei as fontes mais excepcionais para você usar no Canva em 2023, proporcionando autenticidade e caráter aos seus projetos.

Venha comigo.

 

Porque é importante escolher a fonte certa?

A seleção de fontes para projetos de design pode ser comparada à escolha dos ingredientes para uma receita culinária. Baseando-se nos ingredientes que você seleciona, as pessoas farão julgamentos, certos ou errados, sobre seu gosto, sua habilidade culinária, seu cuidado com a saúde e o tipo de experiência gastronômica que você deseja proporcionar.
 
Diferentes pratos requerem diferentes ingredientes. Você não usaria sorvete para preparar um risoto; da mesma forma, você não usaria pimenta malagueta para fazer um bolo de chocolate. Há sempre um elemento de adequação a se considerar.
 
O que os ingredientes fazem pela sua receita, as fontes fazem pelo seu design. Em geral, a tipografia provê aquela primeira impressão que as pessoas utilizam para avaliar e julgar o restante do seu design – por isso, suas escolhas precisam ser deliberadas.
 
Sua fonte está transmitindo “pimenta malagueta” quando deveria dizer “sorvete de baunilha”? Os elementos da sua fonte se chocam ou se harmonizam? Estão efetivamente comunicando as qualidades que você deseja transmitir? Essas considerações são parte do que torna a escolha das fontes tão crucial no processo de design.
 
Em geral, a seleção das fontes determina o tom do seu projeto e pode influenciar as emoções e interações dos observadores com o seu design – assim como você seria julgado pela qualidade dos ingredientes caso apresentasse um bolo de chocolate feito com pimenta malagueta.
 
Não dê aos observadores uma desculpa para tirar conclusões erradas sobre sua marca ou negócio. Escolhas tipográficas inadequadas sempre desviam a atenção da mensagem e das intenções do design.
 
Não sabe por onde começar? Logo abaixo, vamos aprofundar a escolha e o uso de fontes, com explicações práticas e fáceis de implementar.
 

Criando Emoções com Tipografias no Canva

Por das tipografias (fontes), manifestamos emoções e a seleção deve ser deliberada, alinhada ao que se pretende comunicar.
 
Há uma infinidade de categorias de fontes, incluindo algumas bem distintas. 
 
Especialistas em tipografia, criadores de fontes e outros entusiastas da história tipográfica podem assegurar que existem inúmeras classificações, cada uma com suas próprias definições técnicas e históricas – e eles estão absolutamente corretos.
 

Tipos de Fontes no Canva

As Variedades de Fonte do Canva: Por meio delas, exprimimos emoções e a seleção deve ser deliberada para alinhar-se ao que se almeja comunicar.
 
Há inúmeros estilos de fontes, contendo alguns bem peculiares. 
 
Especialistas em tipografia, criadores de fontes e outros aficionados pela história da tipografia podem declarar que existem várias classificações, cada uma com suas definições técnicas e históricas exclusivas – e eles estão absolutamente corretos.
 
Algumas das classificações que talvez você já tenha ouvido falar incluem Romana, Escrita Gótica e Humanista.
 
Entretanto, não iremos nos aprofundar nessas categorias neste momento (embora, caso tenha curiosidade, há uma abundância de informações disponíveis na internet).
 
  • Fontes com Serifa
  • Fontes sem Serifa
  • Fontes Egípcias
  • Fontes Caligráficas
 
Vamos nos concentrar em quatro categorias primordiais de fontes que serão cruciais para você entender como selecionar uma fonte que se ajuste ao seu projeto, ou como combinar fontes no seu design. 
 
São elas: fontes com serifa; fontes sem serifa; fontes egípcias e fontes caligráficas.
 

Fontes com Serifa:

Estes são os estilos de fontes mais ancestrais. Os primeiros exemplares surgiram no final do século XV. A terminologia “serifa” alude aos pequenos traços localizados nas extremidades superiores e inferiores de cada caractere. Estes sutis adornos provêm dos pincéis dos artistas e foram acrescentados às letras como elementos de ornamentação.
 
As fontes com serifa podem ser subdivididas em várias subcategorias (como estilo antigo, clássico, neoclássico, transicional, Clarendon, etc.) Atualmente, as fontes com serifa estão entre as mais populares, com estilos como o “Times New Roman” frequentemente encontrados em livros, documentos e até em alguns logotipos.
 
Este estilo de fonte é caracterizado por um design mais tradicional e, apesar de algumas exceções, a presença de serifas na parte superior e inferior de muitas letras.
 

Psicologia das fontes com serifa

Elas são apreciadas por empresas que desejam transmitir uma marca distinta e requintada. Os logotipos com este tipo de fonte evocam tradição, respeito e confiabilidade.
 
As serifas ajudam as empresas a parecerem mais consolidadas e são perfeitas para comunicar uma identidade baseada em autoridade e grandiosidade. Entidades acadêmicas, editoriais e financeiras favorecem as fontes com serifa devido à sua aparência tradicional e respeitável.
 

Fontes sem Serifa:

As fontes sem serifa abandonam os adornos da serifa em favor de uma abordagem mais minimalista e contemporânea. Este contraste faz com que elas combinem bem com as fontes com serifa. Datam do século XIX e se tornaram extremamente populares nas décadas de 1920 e 1930. No meio do século XX, designers alemães expandiram ainda mais a tipografia com a criação do famoso design Helvetica.
 
Estas fontes são caracterizadas por suas linhas simples e retas. Não apresentam adornos e priorizam a legibilidade e simplicidade para um visual mais escalável.
 
As fontes sem serifa também podem ser divididas em diversas subcategorias, incluindo os estilos grotesco, quadrado, geométrico e humanista.
 

Psicologia da fonte sem serifa 

Este tipo de fonte oferece um visual limpo e direto. Enfatizam a clareza, com uma abordagem progressista, mas também podem ser ousadas e utilizadas para captar a atenção com seu design elegante e eficaz.
 
As empresas que optam por este estilo de fonte priorizam uma sensação de transparência e sinceridade que dispensa adornos ou extravagâncias.
 

Fontes Egípcias:

As fontes egípcias surgiram no século XIX como uma variante da tipografia com serifa. Estas fontes são audaciosas e destacam-se das suas contrapartes clássicas. As serifas que definem estas fontes são maiores e parecem blocos (lembrando placas).
 
Estes tipos de fonte são caracterizados pela sua abordagem robusta e ousada e são mais adequados para marcas contemporâneas do que para clássicas. Estas fontes podem ser arredondadas ou angulares, algumas lembram os estilos de máquinas de escrever.
 

Psicologia das fontes egípcias

Estas fontes projetam uma imagem audaciosa e chamativa. Elas transmitem uma sensação de confiança, segurança e pensamento inovador, devido às suas linhas robustas e serifas menos delicadas.
 
As marcas que buscam atrair atenção ou destacar o quão inovadoras são suas ideias e produtos, escolhem as fontes egípcias, pois elas ajudam a comunicar um senso de relevância e urgência.
 

Fontes Caligráficas:

Os estilos caligráficos casuais ganharam popularidade no século XX e reduziram significativamente os adornos.
 
Esses tipos de fontes também abandonam a aparência de impressão compacta e favorecem o estilo cursivo, mais natural. As fontes caligráficas são divididas em duas principais subcategorias – formais ou casuais – e são projetadas para se assemelharem à caligrafia à mão.
 
As caligráficas formais são caracterizadas por seus adornos e curvas, que são chamados caracteres “caudais”. Geralmente, é recomendado usar essas fontes com moderação, pois podem impactar a legibilidade e tornar os sinais em palavras ou letras difíceis de compreender e dimensionar.
 
Os estilos caligráficos casuais ganharam popularidade no século XX e suavizaram consideravelmente os adornos.
 
Esses tipos de fontes também deixam de lado o visual de impressão compacta e favorecem o estilo cursivo, mais natural. As fontes caligráficas são divididas em duas principais subcategorias – formais ou casuais – e são projetadas para se assemelharem à caligrafia à mão.
 
As caligráficas formais são caracterizadas por seus adornos e curvas, que são chamados caracteres “caudais”. Geralmente, é recomendado usar essas fontes com moderação, pois podem impactar a legibilidade e tornar os sinais em palavras ou letras difíceis de compreender e dimensionar.
 

Psicologia das Fontes Caligráficas

As fontes caligráficas, com seu estilo fluido e orgânico, transmitem uma sensação de elegância, criatividade e personalidade. Elas são muitas vezes associadas à individualidade, dado o seu parecido com a escrita à mão.
 
As fontes caligráficas formais, com seus floreios e curvas, tendem a evocar uma sensação de tradição, sofisticação e formalidade. Elas são frequentemente usadas em contextos formais ou para transmitir um senso de antiguidade e elegância.
 
Por outro lado, as fontes caligráficas casuais, com seu estilo mais solto e fluido, podem transmitir uma sensação de informalidade, criatividade e acessibilidade. Elas são comumente usadas em contextos mais informais ou para transmitir uma sensação de diversão e espontaneidade.
 

As 22 Melhores Fontes do Canva

 
  1. Futura: Uma fonte não serifada de linhas limpas e modernas.
  2. Helvetica: Notável pela sua legibilidade e simplicidade.
  3. Baskerville: Fonte serifada clássica, ótima para textos longos.
  4. Times New Roman: Outra fonte serifada, amplamente utilizada em diversos contextos.
  5. Arial: Fonte não serifada popular, conhecida pela clareza e legibilidade.
  6. Courier New: Fonte de estilo máquina de escrever, ideal para um visual retrô.
  7. Verdana: Fonte não serifada criada para ser facilmente legível em telas.
  8. Garamond: Uma fonte serifada elegante, frequentemente usada em livros.
  9. Impact: Fonte sans serif, ideal para títulos devido à sua presença ousada.
  10. Georgia: Fonte serifada desenvolvida especificamente para a leitura em telas.
  11. Comic Sans: Fonte casual com um toque divertido, adequada para contextos informais.
  12. Trebuchet MS: Fonte não serifada projetada para a tela do computador.
  13. Open Sans: Fonte não serifada moderna, ideal para designs digitais.
  14. Montserrat: Fonte não serifada inspirada nos cartazes de estilo urbano de Buenos Aires.
  15. Roboto: Fonte não serifada moderna, popular em design de interface de usuário.
  16. Lato: Fonte não serifada com um toque elegante e caloroso.
  17. Oswald: Fonte não serifada, perfeita para títulos devido à sua natureza condensada.
  18. Raleway: Fonte não serifada com uma sensação de leveza e elegância.
  19. Playfair Display: Fonte serifada com um toque de antiguidade, ideal para manchetes.
  20. Poppins: Fonte não serifada com um toque de modernidade e simplicidade.
  21. Lobster: Fonte script que emana uma sensação de diversão e criatividade.
  22. Pacifico: Fonte script casual, perfeita para transmitir uma sensação de relaxamento e informalidade.

Como Escolher as Melhores Fontes do Canva para meu Projeto? 

Primeiramente, é fundamental que você tenha em mente o contexto do seu projeto. Cada fonte tem seu próprio caráter e personalidade, que deve se alinhar com a mensagem que deseja transmitir. 
 
Se você está criando um convite formal para um evento empresarial, por exemplo, pode ser apropriado optar por uma fonte serifada, que tende a transmitir uma sensação de tradição e respeito. Por outro lado, se o seu projeto é direcionado a um público mais jovem e moderno, uma fonte não serifada pode ser mais adequada, transmitindo uma sensação de modernidade e simplicidade.
 
Além do contexto, é importante considerar a legibilidade da fonte. Apesar de algumas fontes serem visualmente interessantes, elas podem ser difíceis de ler, especialmente em tamanhos menores ou em certos fundos. 
 
Portanto, ao escolher uma fonte, certifique-se de que ela seja clara e facilmente legível em todas as situações em que será usada. Por fim, lembre-se de que a escolha da fonte é uma parte essencial da sua identidade de marca ou do tom do seu projeto.
 

Conclusão

A escolha da fonte ideal para o seu projeto no Canva é um componente crucial para o sucesso do seu design. Seja você um designer profissional ou um entusiasta criativo, entender as nuances de cada tipo de fonte, bem como o impacto psicológico que elas podem ter, pode ser o diferencial que eleva o seu projeto a um novo patamar.
 
O Canva oferece uma rica variedade de opções, de fontes serifadas clássicas a estilos caligráficos mais ousados, permitindo que você exprima a personalidade e a mensagem do seu projeto com precisão.

Compartilhe o Artigo

Rolar para cima

Comunidade de Marketing Digital

Entre para a Comunidade MangaLovers no WhatsApp: Aprenda sobre Marketing Digital, SEO, Afiliados, Tráfego Pago e muito mais!!! 

GRÁTIS pOR POUCO TEMPO